Beleza orgânica: 7 novas marcas que seguem o conceito

Seguindo um movimento similar ao que tem acontecido na moda, o mercado de beleza está em busca de mais transparência. As marcas de vanguarda estão apostando em uma abordagem que segue o caminho contrário ao dos grandes laboratórios, superdependentes de tecnologia. Assim, é possível perceber um tipo de retorno à natureza: ingredientes naturais, processos artesanais e busca por componentes simples, mas não menos eficazes, está pautando a produção de novas marcas. Nesse panorama, a jojoba e o cacau estão no mesmo patamar do ácido hialurônico. Conheça quem embarcou nessa onda abaixo:

Sister and Co. Skin Food

“Até alguns anos atrás eu não acreditaria que eu teria substituído todos os meus produtos de cuidados com a pele por ingredientes associados à alimentação, ao contrário daqueles para limpeza ou hidratação", conta Sophie Thompson, desenvolvedora da marca britânica Sister and Co. Skin Food. Sua trajetória começou em uma viagem para a Índia, quando sua pele estava sofrendo com erupções e ela recebeu a sugestão de uma moradora local para que usasse algo natural, como o óleo de coco. Por isso, seus produtos são desenvolvidos com as famosas superfoods, ingredientes que não apenas fazem bem para a pele, mas também são bem absorvidos pelo corpo inteiro. 

Glossier

Apesar de não entregar no Brasil, a Glossier, marca que é uma das novidades mais badaladas dos últimos anos, foi criada pela blogueira Emily Weiss em 2014, e está ganhando cada vez mais fãs com o slogan “pele em primeiro lugar, maquiagem em segundo“. A ideia não é exatamente buscar um look natural, já há muito espaço para brincar com seus famosos iluminadores e soltar a criatividade com os produtos multiuso coloridos. O seu propósito é dar menos atenção para aquela base ou corretivo de alta cobertura. Afinal, se você está cuidando do rosto, vai querer deixá-lo respirar e até investir em trends como o gloss, o brilho translúcido e o efeito molhado, que andam aparecendo tanto nas passarelas quanto nas redes sociais.

NU Cosméticos

A NU cosméticos é uma marca natural e artesanal que não apenas produz linhas de produtos sem químicas ou derivados de petróleo, como também respeita a sazonalidade e a interação de cada ingrediente com a pele. “Nossas fórmulas são feitas em edições limitadas, mas estão sempre abertas à mudanças: quando temos acesso a novos ingredientes, recebemos feedback dos nossos clientes ou aperfeiçoamos nossos conhecimentos, incorporamos as novidades”, contam os desenvolvedores Renata Chebel e Felipe Canga no site da marca.

Tudo começou quando Renata se deparou com uma maré com embalagens de produtos de beleza em uma praia em Tulum, no México. Com embalagens de vidro reutilizáveis, além da pele, o planeta também está em primeiro lugar para a NU.

Entre os produtos que mais chamam a atenção por suas propriedades especiais estão o raro bloqueador solar natural, com óxido de zinco e cera de abelhas, e a pasta de dente com óleo de coco e bicarbonato de sódio.

Milk MakeUp

O mais recente lançamento da marca americana Milk Makeup exibe seu propósito: uma base de efeito blur livre de silicone e de óleos, além de superleve e composta por 16 tons diferentes. “Nossos produtos multi-uso têm todos os ingredientes high-tech, deixando de fora as coisas ruins”, conta o site da marca. A Milk Makeup também é cruelty-free, e usa ingredientes naturais como jojoba e semente de uva. Um ponto a mais para a marca: os aplicadores fáceis permitem o uso durante as trajetórias corridas do dia-a-dia.

GRÖN

“A idéia da Grön é suprir uma necessidade unindo funcionalidade, nutritividade e estética (também, por quê não?) utilizando plantas, ervas, flores, extratos e alimentos como base para alcançar nosso objetivo: cosméticos frescos e veganos feitos à mão!”, declara a marca em seu site. A label brasileira oferece novidades sedutoras como esfoliantes labiais de menta, shampoos sólidos, e demaquilante feito com óleo de oliva e alecrim. Grön, aliás, é verde em sueco, e o nome surgiu assim que seu o primeiro sabonete saiu da forma.

RMS Beauty

Criada pela makeup artist Rose-Marie Swift, a RMS Beauty oferece linhas de cosméticos orgânicos e repletos de cor, corrigindo uma falta no mercado natural de beleza. “Depois de muitos anos na moda e na indústria da maquiagem, eu aprendi muito sobre o impacto da exposição aos produtos químicos de beleza”, declara Rose. Acreditando que esse custo não era válido, ela criou a marca americana para transformar a forma que as mulheres se relacionam com maquiagem — não apenas usando ingrediente orgânicos, mas também itens que nutrem profundamente a pele.

Simple Organic

15-belezaorganica6.jpg

A brasileira Simple Organic, criada por Patrícia Lima, no começo de 2017. Vegana e cruelty-free, a marca também veio para acabar com a ideia de que beleza natural não é fashion. “Em um processo a curto prazo, eu diria que quero vender. Mas a cada dificuldade que encontrava para criar produtos orgânicos e sustentáveis, eu pensava na minha filha e na próxima geração”, contou a criadora da marca para a ELLE.

Fonte: Elle Brasil