27 obras de Oscar Niemeyer viram patrimônio histórico nacional

Novidade no mundo das artes: nada mais, nada menos que 27 projetos de Oscar Niemeyer receberam tombamento do Ministério da Cultura e agora entram na lista de patrimônios históricos nacionais. O que isso significa? A partir de agora as 27 obras ficam sob responsabilidade do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), que fiscalizará e conservará as edificações.

Elas são:

1. Praça dos Três Poderes
2. Congresso Nacional
3. Conjunto do Palácio da Alvorada
4. Palácio do Planalto
5. Supremo Tribunal Federal
6. Ministérios e anexos
7. Quartel General do Exército
8. Palácio Jaburu
9. Palácio da Justiça
10. Palácio Itamaraty e anexos
11. Museu da Cidade
12. Espaço Lúcio Costa
13. Panteão da Liberdade e Democracia
14. Teatro Nacional
15. Memorial JK
16. Memorial dos Povos Indígenas
17. Conjunto Cultural Funarte
18. Espaço Oscar Niemeyer
19. Conjunto Cultural da República
20. Edifício do Touring Club do Brasil
21. Casa de Chá
22. Pombal
23. Capela Nossa Senhora de Fátima
24. Casa das Canoas (Rio de Janeiro)
25. Conjunto da Passarela do Samba (Sambódromo da Marques de Sapucaí)
26. Museu de Arte Contemporânea – MAC (Niterói)
27. Conjuntos do Parque do Ibirapuera (São Paulo), especificamente: a Grande Marquise, o Palácio das Nações (Pavilhão Manoel da Nóbrega), o Palácio dos Estados (Pavilhão Francisco Matarazzo Sobrinho), o Palácio das Indústrias (Pavilhão Armando de Arruda Pereira), o Palácio de Exposições ou das Artes (Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, também conhecido como “Oca”) e o Palácio da Agricultura.